Pesquisar neste blogue

domingo, 18 de janeiro de 2015

Máquinas de secar roupa - comparativo no inicio de 2015

A fim de decidir que máquina de secar comprar, fiz um resumo comparativo das várias à venda.
Faço a ressalva que as informações que fui encontrando foram por vezes erradas, pelo que o comparativo tem certamente inconsistências e as informações que compilo neste texto também poderão ter. No entanto, espero que de forma geral não tenha errado muito.

A ideia inicial seria comprar uma de lavar e secar 2-em-1.
A vantagem seria que quando a máquina acabasse de lavar, começaria logo imediatamente a seguir a secagem. Isto seria bom para evitar que a roupa ficasse muito tempo molhada (por esquecimento, como já aconteceu) e ficasse a cheirar a mofo. Para além que pouparia o trabalho de tirar a roupa da máquina de lavar para colocar na de secar (ou no estendal! :) ).
Poderia-se colocar a trabalhar durante a noite que com o contracto de electricidade bi-horário ficava mais barato.

Porém, analisando as capacidades de secagem das máquinas 2-em-1 e comparando com as de somente de secar, parece haver uma diferença enorme de eficiência. (O comparativo é por ciclos de secagem indicados na etiqueta energética, que considera pesos ligeiramente diferentes entre 2-em-1 e exclusivas. No entanto, dada a discrepância visivel, isto torna-se desprezível para a conclusão em questão).
Não parece haver uma única máquina 2-em-1 que não precise de água para secar (enquanto as exclusivas de secar não precisam de água) e o consumo eléctrico é bastante superior às somente de secar:
litros/secagem kWh/secagem
2-em-1 48 a 106  4,24 a 5,83
exclusivas 0 1,51 a 4,81

Também, actualmente (não percebo porquê) as companhias de electricidade fazem descontos maiores para tarifas simples que para as bi-horárias pelo que deixa de interessar o colocar as máquinas a trabalhar durante a noite. Mas mesmo com os preços sem desconto, o bi-horário com uma 2-em-1 (dada a ineficiência) fica mais caro que uma exclusiva de lavar e outra exclusiva de secar em tarifa simples.

Foquemo-nos então nas exclusivas de secagem.

Existem 2 grandes técnicas de secagem: exaustão e condensação:
  • As de exaustão são mais baratas mas mais ineficientes (classe energética B ou inferior) e deverão precisar de exaustão dos vapores via tubo largo. São, no entanto, rápidas para secar.
  • As de condensação funcionam por bomba de calor e são mais caras mas mais eficientes (classe energética igual ou superior a A+) e condensam a água da roupa para um tabuleiro que poderá ser drenada directamente para o esgoto (tal como a máquina de lavar o faz). Poderão ser híbridas, tendo a capacidade simultânea de exaustão para quando queremos secar mais rapidamente a roupa.
O consumo das de exaustão é o dobro das de condensação, pelo que entre 3 e 10 anos temos o retorno do preço extra inicial de uma de condensação (os preços variam muito). Este investimento poderá ser financeiramente nulo, mas como não é negativo e a nível ecológico é positivo, não tenho dúvidas em me decidir pelas maquinas de condensação.

As máquinas que funcionam por condensação, para além das vantagens enumeradas acima, secam a roupa a temperaturas mais baixas o que é óptimo para as preservar.

As máquinas deverão ter sensor de humidade para parar o ciclo quando a roupa estiver seca, evitando estragar a roupa e gastos desnecessários de energia. No entanto, quando a roupa é pouca, deveremos optar por decidir o tempo fixo de secagem, uma vez que os sensores não irão estar em contacto suficiente com a roupa para tomar boas decisões.
Existem máquinas com limpeza automática de alguns filtros. Os filtros que não têm auto limpeza tem de ser limpos de cotão, após cada ciclo. Não interessa a máquina ter indicador de filtro sujo uma vez que a sua informação não é de fiar e temos que os limpar, de qualquer modo, em todos os ciclos.
Para saber se a máquina seca homogeneamente a roupa só nos poderemos guiar por testes de utilizadores o que não é fácil de encontrar...



Entre as máquinas mais eficientes, optei pela LG RC8055AH2M (680€ na Media Markt) que tem capacidade de secar 8Kg, descarrega directamente para o esgoto e tem um preço não muito elevado dentro da gama. A marca é conhecida e dá-me um pouco mais confiança que a BEKO, que doutra forma com o seu modelo DPU 8390 X seria melhor pelo menos em termos de consumo anual.
A LG é híbrida pelo que se quisermos poderemos usar o modo rápido que activa o módulo paralelo de exaustão.
Infelizmente o sensor de humidade deste modelo não cumpre o seu trabalho totalmente e deixa a roupa ficar mais molhada que o selecionado no programa! É uma grande mentira, pois se colocarmos roupa mais molhada sai mais molhada e o tempo de operação não é extendido! Por outro lado, o sensor funciona correctamente p.e. para cargas pequenas onde o tempo é correctamente encurtado uma vez que a roupa seca mais rapidamente.

Comparativo:


Da pesquisa que fiz, fica a curiosidade que as máquinas de secar nos EUA têm o dobro do volume do tambor, e são muito ineficientes havendo poucas com bomba de calor. Existem também máquinas de secar roupa a gás!


Como sempre, comentários, correcções e opiniões são muito bem-vindos.

Nota: Este artigo foi editado após a compra da máquina e o texto alterado apresenta esta cor.