Pesquisar neste blogue

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Monitores bebé

Esta informação pode estar algo datada mas penso ainda assim ser bastante interessante já que alguns tópicos são sempre actuais.


Quando analisei as câmaras e monitores para vigiar bebés (2013), coloquei a hipótese de comprar apenas uma câmara que transmite pela rede Wireless de casa para smartphones e tablets mas ao analisar as aplicações Android e Apple não me pareceu que fossem tão fiáveis, nem tão práticas, como ter um equipamento dedicado. Isto porque há questões relacionadas com standby e som, não ter botões físicos e mostradores dedicados que a meio da noite (ex: 4h) e cheios de sono, são questões que não queremos ter de todo.

Acabamos por comprar uma Samsung, depois uma Chicco e posteriormente necessidade de comprar uma da Imaginarium. Fica a revisão de todas:

  • Samsung (SEW-3037WN):
    • Qualidades:
      • Controlo remoto da orientação da câmara
      • Ecrã desliga totalmente no modo VOX ( )
      • Botão on/off câmara e receptor é fácil/rápido de usar
      • Caso vá a electricidade abaixo, mal venha acima fica logo a funcionar
      • Permite falar remotamente com o bebé
      • Indica visualmente volume de som que o bebé está a fazer (permite estarmos com o receptor sem som ou estarmos num ambiente ruidoso como uma festa, e ter uma noção)
    • Defeitos: 
      • De vez em quando dá um apito e coloca automaticamente o volume no máximo e activa o som com o ecrã desligado, ficando nós a ouvir ruído de fundo altamente amplificado (quando a meio da noite queremos o volume no mínimo para não acordar com todos os minúsculos ruídos do bebé). Isto torna-se cada vez mais frequente com o tempo.
      • Quando a electricidade é ligada ele liga, por omissão, a luz de presença.
    • Notas: Foi comprado em 2013 via ebay do Reino Unido porque na altura não se vendia em Portugal (agora já vendem). Foi para a garantia passado 1 ano (no limite da garantia do Reino Unido) porque a câmara deixou de enviar som; o equipamento de substituição (2014) veio com as mesmas qualidades e defeitos do primeiro (e não voltou a avariar)
  • Chicco (Baby Monitor Video Digital):
    • Qualidades:
      • A bateria avariou já passados 2 anos e foi trocada de graça (mas demorou 1 mês a chegar)
      • Um carregador extra custa apenas 5€ na Chicco
      • Indica visualmente volume de som que o bebé está a fazer (permite estarmos com o receptor sem som ou estarmos num ambiente ruidoso como uma festa, e ter uma noção)
    • Defeitos:
      • Em standby, ecrã permanece com retro-iluminação ligada para dar informações de volume, VOX, qualidade da comunicação e bateria. Isto dá muita luz no nosso quarto.
      • Quando a electricidade vai abaixo é necessário ir ao quarto ligar a câmara (basta o quadro disparar por segundos)
      • Para ligar (câmara ou receptor) é necessário carregar no botão durante alguns segundos
      • Pouco alcance de transmissão
      • Não permite controlo remoto da orientação da câmara
      • LED indicador dá muita luz no quarto do bebé
      • Apita repetidamente quando não tem bateria de modo excessivamente rápido (irritante)
      • Apita exageradamente quando perde transmissão (o que ocorre frequentemente)
      • Não permite falar remotamente com o bebé
      • Carregador (transformador) estraga-se facilmente nas extremidades
    • Notas: Comprado por volta de 2013/2014
  • Imaginarium (versão de 2015):
    • Qualidades:
      • Controlo remoto da orientação da câmara
      • Indica temperatura do quarto
      • Tem músicas para o bebé acalmar
    • Defeitos:
      • Caso a câmara esteja muitos dias seguidos ligada, por vezes entra em erro e direcciona a câmara toda para cima ou toda para baixo (só desbloqueia e recupera desligando e voltando a ligar a câmara; via receptor não é possível fazer nada)
      • Quando a electricidade vai abaixo é necessário ir ao quarto ligar a câmara (basta o quadro disparar por segundos)
      • Para ligar (câmara ou receptor) é necessário carregar no botão durante alguns segundos
      • LEDs indicadores dão muita luz no quarto do bebé ("dá muito sol" segundo a utilizadora)
      • Falar remotamente com o bebé não funciona bem porque tem um atraso muito grande
      • Indicador visual de som dá muita luz, bem como os indicadores de standby pelo que têm de ser tapados (ex: papel e fita-cola) para não dar tanta luz no quarto dos pais.
    • Notas: Comprado em finais de 2015

Defeitos comuns a todos:
  • Câmara não dispõe de bateria para aguentar transmissão enquanto a electricidade está em baixo
  • VOX é activado por som, mas poderia ser também por movimento excessivo do bebé
Qualidades comuns a todos:
  • Troca entre modo de visão diurna e nocturna (via infra-vermelhos) é automática
Notas:
  • A visão nocturna é a mais importante, uma vez que a câmara é maioritariamente usada enquanto o bebé dorme (ao contrário do que sugerem as ilustrações). 
  • No nosso caso não encontrámos utilidade para a luz de presença, que pode ser ligada nas câmaras. 
  • O modo de colocação da câmara melhor (grande amplitude de imagem de modo a não termos de estar constantemente a ajustar remotamente a direcção da câmara) é numa tomada de parede superior (normalmente existentes para colocar TVs) onde a câmara fica agregada ao transformador.

Será que surgirá um dispositivo perfeito no futuro?